Se não conseguir visualizar este informativo clique aqui
Para: Magistrados, Professores e Alunos Assunto: 2ª Conferência Nacional sobre Saúde Mental e Direito
Edição n° : 337 Data: 31/03/2014
 
2ª Conferência Nacional sobre Saúde Mental e Direito

A Capital catarinense recebe, nos dias 4 e 5 de abril, no auditório Solón D’Eça Neves, na sede da Associação dos Magistrados Catarinenses (AMC), a segunda edição da Conferência Nacional sobre Saúde Mental e Direito. O evento abordará a realidade brasileira acerca da desassistência ao doente mental e suas consequências.

A abertura das atividades está marcada para às 8:30 horas e contará com a presença do Desembargador Antonio Carlos Malheiros (SP), do Padre Vilson Groh (SC) e do Psiquiatra Antonio Geraldo da Silva (DF). Na sequência, sob a coordenação do psiquiatra alagoano Emmanuel Fortes, será debatido o tema “Desassistência ou Ausência de assistência?”.

Ainda na sexta-feira, a partir das 14:30 horas, outras duas mesas de debates abordarão os seguintes temas: “Política Nacional sobre Drogas”, sob a coordenação do Psicólogo e Jurista Léo Rosa de Andrade (SC), e “Política Nacional sobre Drogas – Desassistência”, coordenada pelo Presidente do Instituto Crack Nem Pensar Luis Mathias Flack.

No sábado, os participantes poderão optar pela participação em uma das quatro oficinas propositivas: “Atenção urgente para Infância”, com a Psiquiatra Maria Cristina Brincas (SC) e a Juíza Brigitte Remor de Souza May, da Vara da Infância e da Juventude da Comarca da Capital; “Egressos dos leitos extintos”, com a Psiquiatra Katia Mecler (RJ) e a Promotora de Justiça Sonia Piardi (SC); “Precisamos de Internação Compulsória? Onde internar?”, com o Psiquiatra Sergio Tamai (SP) e o Juiz Sílvio Orsatto (SC); e “Dependência química – o que fazer após a hospitalização”, com o Psiquiatra Tadeu Lemos (SC).

Fruto do protocolo de cooperação firmado entre a Associação dos Magistrados Catarineneses (AMC), a Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP) e a Associação Catarinense de Psiquiatria (ACP), o evento visa a propiciar melhores condições de atuação para os profissionais da Saúde Mental e operadores do Direito, e a preservação dos Direitos Humanos dos pacientes.

Os interessados devem encaminhar a ficha de inscrição preenchida para eventos@amc.org.br (inscrição gratuita).

Fonte: Imprensa AMC